top of page

O Tabu Que os Religiosos Precisam Encarar de Frente!


O assunto é importante e pode fazer a diferença para suas atividades religiosas e para todos da sua comunidade. E antes que você desanime ou desista de ler este artigo, como a maioria faz: saiba que este é um dos maiores tabus a ser enfrentado, pois os religiosos tratam com descaso e desinteresse qualquer assunto que envolva seus direitos, deveres e obrigações perante a seu coletivo e a sociedade organizada.


Os religiosos de Umbanda, Candomblé, Jurema e suas vertentes carregam um tabu que tem prejudicado e colocado em risco suas atividades e a organização de todo um coletivo, cometendo o erro de generalizar, tratando todos como iguais, quando ele mesmo, não deseja ser comparado a nada e a ninguém.

Passou da hora de passar a prestar atenção nas informações que tratam de suas responsabilidades, compromissos sociais e outras questões que podem afetar suas atividades e toda a sua comunidade.


Este é o primeiro passo para ter força e condições para enfrentar as injustiças e perseguições promovidas por intolerantes, seja por denúncias anônimas ou por fiscalização abusiva.


O maior tabu entre os religiosos é achar desnecessário estar legalizado. Outros têm dúvidas a respeito, mas falta interesse em buscar a resposta sobre se devem ou não estar legalizados. Porém, ainda existem aqueles que buscam a legalização, mas não se atêm às informações e procuram instituições sem conhecer sua origem e estrutura.


Saiba que a maioria das injustiças, perdas e prejuízos que um religioso sofre durante uma fiscalização ou abordagem policial é por falta de conhecimento de seus direitos, ou simplesmente por não estar legalizado através de credencial religiosa. Muitos desconhecem a importância e a necessidade de tê-la.


Partindo do princípio de que estar legalizado é mais do que necessário, é uma questão de responsabilidade e compromisso social, o religioso deve saber que, mesmo que nunca tenha tido necessidade, quando precisar, sofrerá as consequências de sua falta de conhecimento sobre seus direitos e deveres. E isso pode ser tarde demais!


Mais importante do que estar legalizado é ficar atento e analisar cuidadosamente na hora de fazer sua escolha de onde buscar sua legalização e orientações.


Existem inúmeras opções, onde a maioria, infelizmente, são instituições de fachada, assim como também existem religiosos de fachada, que cortaram caminho ou não têm interesse em se legalizar, pois não podem comprovar sua origem e apresentar sua história, da mesma forma que ocorre com certas federações ou associações federativas.


Por isto, queremos apresentar a FEDERAÇÃO AFRO BRASIL, uma instituição de classe, com estrutura moderna e atenta às necessidades dos religiosos do axé de todo Brasil, com atendimento humanizado e antes de tudo preocupado em orientar e esclarecer sobre suas dúvidas uma das melhores opções em muitos pontos acaba sendo de longe a melhor. Topicos e motivos a serem analisados:


Assistência integral e experiência comprovada: A FEDERAÇÃO AFRO BRASIL possui um grupo de trabalho com mais de 30 anos de atuação no apoio às religiões de Umbanda, Candomblé e Jurema. Isso significa que esta Federação se destaca por possuir ampla experiência no fornecimento de assistência e orientação em questões administrativas, organizacionais, jurídicas e contábeis específicas para atividades de um religioso.


Ao se associar à FEDERAÇÃO AFRO BRASIL, o dirigente terá acesso a um suporte profissional e especializado, fundamental para lidar com as complexidades legais e burocráticas que envolvem o funcionamento de casas de axé.


Legalização e transparência: A FEDERAÇÃO AFRO BRASIL oferece serviços para legalizar o religioso em sua condição de Sacerdote ou Sacerdotisa, perante a sociedade e em preservação de inúmeros estabelecidos pelas leis e também via CNPJ quando necessário e somente quando necessário. Com a legalização adequada, os religiosos ganham maior legitimidade perante a sociedade e podem realizar suas atividades com segurança e transparência.


Central de atendimento especializada: A FEDERAÇÃO AFRO BRASIL conta com uma central de atendimento humanizado, composta por profissionais experientes e dedicados, prontos para responder em tempo real a todas as dúvidas e fornecer orientações personalizadas. O dirigente terá suporte em todas as etapas do processo de legalização e também em outras questões administrativas e organizacionais, permitindo que ele possa se concentrar nas atividades religiosas e no desenvolvimento de projetos importantes para sua comunidade.


Rede de contatos e parcerias: A FEDERAÇÃO AFRO BRASIL, como associação federativa, possui uma ampla rede de contatos e parcerias com instituições públicas e privadas. Essa rede permite que a associação defenda os direitos e interesses de seus associados de maneira mais eficaz, influenciando políticas públicas e lutando contra a intolerância religiosa.


Ao se unir a AFRO BRASIL, o dirigente estará fazendo parte de um coletivo que busca o fortalecimento das religiões de matriz africana e a promoção da diversidade religiosa no país.


Contribuição para a causa: Ao escolher a FEDERAÇÃO AFRO BRASIL como sua instituição de classe, o dirigente estará contribuindo diretamente para o fortalecimento das religiões afro-brasileiras e para o avanço da luta contra a intolerância religiosa. A associação trabalha incansavelmente para valorizar e respeitar a diversidade religiosa, construindo uma sociedade mais justa e inclusiva.


Ao fazer parte da AFRO BRASIL, o dirigente se torna um agente ativo na preservação e valorização das tradições religiosas de matriz africana no Brasil.


Em resumo, a AFRO BRASIL oferece uma gama de benefícios e suporte especializado que tornam a associação uma escolha relevante e significativa para o dirigente que busca a legalização, o fortalecimento e a valorização de sua comunidade religiosa.


É claro que existem outras instituições se dizendo maiores, mas nossa missão é ser parceiro, estar sempre atento e à disposição. Sem enrolação, tudo com muita transparência e fidelidade ao que é ofertado, compare, conheça e faça a sua escolha.


Mais importante que nos escolher é o religioso ter a consciência e a responsabilidade social, que deve estar legalizado, que deve buscar sua organização para fazer frente às injustiças e discriminação religiosa.


Venha tirar suas dúvidas, estamos à disposição.


PAI GAMBI TY SANGO

Presidente - Federação Afro Brasil

www.afrobrasillegaliza.com.br Segue o link do video de orientações e os precedimentos, assista até o final.

Clique no link


56 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page